Escrito, Inspiração

Queda, Cura e Ascensão

“Eu estou morto? Ou esse é um desses sonhos? Aqueles sonhos horríveis que parecem que vão durar para sempre? Se estou vivo, por que? Se existe um Deus ou algo parecido, que seja, em algum lugar, porque fui abandonado por todos e por tudo o que eu conhecia? Eu já amei? Esquecido. Qual é a lição? Qual é o sentido? Deus, me dê um sinal, ou eu tenho que desistir. Não posso mais fazer isso. Por favor, deixe-me morrer. Viver dói demais.” — Kesha

 Essas palavras que vou lhes confidenciar gora, podem soar como algum tipo de desabafo. Eu não me importo mais com esse tipo de julgamento, enxergue como quiser. O mais importante é saber que eu estou canalizando os meus sentimentos de desesperança e depressão severas para superar os obstáculos e encontrar forças em mim mesmo, ainda que meu ânimo esteja abalado. Este escrito é também sobre vir a sentir empatia por outra pessoa, até mesmo por aquelas te machucaram ou te prejudicaram gravemente. É sobre aprender a se orgulhar das suas cicatrizes, da pessoa que você está se tornando ou de quem você já é, mesmo nos momentos mais difíceis e baixos da vida, quando se sente realmente sozinho e sem forças. É sobre esperar que TODOS, mesmo alguém que te feriu profundamente, possa encontrar a paz e a libertação.

Descobri recentemente que meu modo de vida e a maneira como eu enxergava as coisas era um lugar de paz inalcançável. Eu sei que nunca fui abandonado por meus amigos, minha família e meus colegas, mas quando você está deprimido — realmente, verdadeiramente deprimido — você sente que não tem nada dentro de si, se sente oco, vazio. Mesmo tendo um apoio muito forte das pessoas ao meu redor nas minhas horas mais sombrias, ainda não era suficiente para me trazer para a luz. É nesses momentos em que os mais hipócritas e orgulhosos entre nós são forçados a recorrer a algo além de si mesmo — nos voltamos para a oração, ou algo assim. Você olha além da sua vergonha, do seu desejo de esconder o conflito, e admite que você precisa de ajuda. Para mim, Deus não é um homem barbudo sentado nas nuvens ou um tirano homofóbico julgador que espera enviar todos a condenação eterna. Deus é a natureza, o espaço, a energia e o universo. Minha própria interpretação da espiritualidade não é importante, porque todos nós temos a nossa. O que importa é que eu tenho algo maior do que a mim mesmo como uma força que me ajuda a trazer a paz e o equilíbrio.

Está é uma das razões pelas quais eu adoro escrever, ficar mergulhado no infinito das palavras simplesmente me ajuda a relaxar, a extravasar a tensão. É  a minha maior forma de rendição ao universo, uma oração de corpo e alma. Eu falo sobre escrever porque é como eu canalizo meus sentimentos e emoções, é como eu crio, mas talvez para você o processo possa se dar através de algo diferente, como artes, música, meditação, dança, jogos, tecnologia, projetos pessoais, projetos colaborativos ou qualquer outra coisa. O que importa é a canalização do que você sente: do medo, da injustiça, da crise, do que está te consumindo por dentro, enfim. Sendo construtivo e não destrutivo — o que importa é que seja um processo de cura e não de eutanásia. Isto é sobre encontrar a paz no fato de que você não pode controlar tudo — porque tentar controlar tudo e a todos estava me matando. Trata-se de aprender a deixar ir e perceber que o universo está no controle do nosso destino, e não a gente.

Arrastei-me para fora da cama e passei meus conflitos para o papel. É a partir de nossos momentos mais sombrios que ganhamos o máximo de força. Já havia tantos dias, meses até, que eu vinha vivendo em uma neblina, desejando não me levantar da cama pela manhã, passando os dias acompanhado de uma fadiga e sobrecarga mental pesadas. E quando finalmente chegava a noite e eu adormecia, era acometido por pesadelos terríveis, em que eu acordava afobado e em pânico no escuro. Nunca estive em paz, noite ou dia. Mas eu arrastei-me para fora da cama e canalizei minhas emoções, trabalhando-as firmemente, transformando-as e resumindo-as nas palavras que você lê agora.

Espero que minha mensagem atinja as pessoas que estão no meio de suas lutas, para que saibam que não importa o quão ruim possa parecer agora, você pode passar por isso. Se você tem amor e fé ao seu lado, você nunca será derrotado. Não desista de você. Uma hora hora você vai perceber aquele momento em que o sol começa a aparecer sob as nuvens de tempestade mais sombrias, criando o arco-íris mais bonito. E uma vez que você perceber que você está bem de novo, vai querer espalhar o amor e a cura.

Se você sentir que alguém o magoou, livre-se desse ódio, porque isso só criará mais negatividade. Uma coisa que me traz grande alívio é rezar por essas pessoas. Ficar irritado e ressentido não fará nada além de aumentar seu próprio estresse e ansiedade — e o ódio é o combustível que produz os vírus que atacam sua alma. Não deixe ninguém roubar sua felicidade!

Nos últimos 3 anos, cresci como uma pessoa forte e independente. Eu percebi através dessa longa jornada de altos e baixos que, se eu tive a sorte de ter uma voz que as pessoas escutem, então eu deveria usá-la para a verdade.

Eu luto diariamente com a depressão e ansiedade intensa, um transtorno de estresse implacável e todas as outras besteiras básicas que podem ser acarretadas por um ser humano. Eu sei que não estou sozinho nessa batalha. Encontrar forças para se expor sobre essas coisas não é fácil, mas eu quero ajudar outros que estão passando por momentos difíceis em suas vidas.

Posso dizer que eu fiquei abençoado e honrado por ter ao meu lado muitas pessoas incríveis que me ajudaram a atravessar o oásis de minha aflição, me ajudando a perceber a visão benéfica desse processo. Obrigado a todos por esse passo gigante. Isto é apenas o começo. Posso dizer agora que estou mais leve, feliz e grato por começar e compartilhar toda a dor contida aqui dentro. Eu escrevi esse registro, que revela minhas vulnerabilidades, para mostrar que há uma força muito forte em nossas fraquezas e apoiar e incentivar outros como eu. No passado, sempre senti como se estivesse tentando provar algo, tentando ser alguém que achava que as pessoas queriam que eu fosse, mas nesse registro, estou apenas falando a verdade sobre minha vida. Isto sou eu. As palavras mais reais e sinceras que eu já criei, e agora é o meu presente para você. Espero que você goste disso. Obrigado por não desistirem de mim. Nós fizemos isso. Eu amo muito todos vocês.

 

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Powered by themekiller.com